Home > 4 dicas para evitar o abandono de carrinho no e-commerce

4 dicas para evitar o abandono de carrinho no e-commerce

POR FERNANDA DA SILVA, key account manager da zanox

Um dos grandes problemas enfrentados pelo e-commerce é a venda perdida por abandono de carrinho. De acordo com dados do IBOPE e-commerce, os sites que vendem produtos de informática lideram o ranking de produtos que não tem a compra efetivada, chegando a 83%. Em segundo lugar aparecem os itens de vestuário e calçados, com 80% e produtos para casa e decoração representa 76%. Na última colocação numa lista de 10 categorias, ficam os artigos de escritório e papelaria, com 65%, que ainda é um índice alto de abandono.

A grande preocupação dos varejistas online é atrair de volta esses potenciais consumidores, que já demonstraram interesse por um determinado produto. A zanox, agência de afiliação com foco em marketing de performance, selecionou quatro dicas para ajudar os e-commerces a venderem mais.

1) Invista em retargeting dentro do próprio site. Muitas vezes o consumidor abandona o carrinho e retorna ao seu e-commerce para comprar outro produto. Colocar o item que foi abandonado em destaque é importante para que esse consumidor se lembre da necessidade que tinha anteriormente. Utilize retargeting também na web, mas com moderação para não saturar o consumidor. Defina um período para reimpactá-lo e, se ele não comprar nesse tempo, não continue insistindo.

2) Conheça o perfil do seu público. Se você for capaz de monitorar o perfil das pessoas que compram no seu e-commerce, poderá sugerir produtos que tenham mais a cara dele, o que faz com que a taxa de conversão seja bem maior.

3) Ofereça cupons de descontos para produtos que já foram de interesse desse consumidor. Grande parte das pessoas desiste da compra por conta do preço, por isso, se você oferecer um desconto, as chances dele comprar o produto aumentam.

4) O valor do frete e o prazo de entrega do produto podem ser decisivos se o consumidor vai efetivar a compra na internet ou se para ele será mais vantajoso comprar na loja física. Por isso, o varejista online precisa pensar bem em estratégias que diminuam esses custos e garanta as entregas no menor prazo possível.

Fonte: ProXXIma